Ribeiro Comunica

Comunicadores Ribeiro Comunica

Lição de marketing com o primeiro marinheiro que chegou à Antártica

Antes de realizar uma campanha, pense nesse anúncio do marinheiro inglês escrito por volta de 1913.

Sir Ernest Shackleton, marinheiro inglês e famoso explorador de regiões polares, tinha o sonho de ser o primeiro homem a chegar ao Polo Sul. Ele liderou várias expedições, mas a mais famosa foi a Endurance. Na época, ele enfrentava sérios problemas para formar a equipe corajosa de homens dispostos a enfrentar o mar e a possibilidade de não sobreviver. Foi para resolver esse problema que ele criou o anúncio com a melhor taxa de feedback de todos os tempos. Ele escreveu:

“Precisa-se de homens para uma Viagem Arriscada. Salário baixo, um frio de rachar, longos meses de completa escuridão, perigo constante, retorno seguro duvidoso. Honra e reconhecimento em caso de êxito”.

O capitão Shackleton esperava uma taxa de resposta de 50 a 75 candidatos. Surpresa: cinco mil pessoas se alistaram! Esse excelente resultado não aconteceu por acaso. O motivo é que os três elementos vitais para uma boa campanha estão presentes no pequeno anúncio: empolgação, informação e uma sugestão para agir.

Antes de realizar uma campanha, pense nesse anúncio do marinheiro inglês – escrito por volta de 1913. Mantenha em mente que o objetivo primordial de qualquer ação no campo do marketing é motivar clientes,  atrair a atenção deles para o teu produto ou serviço e gerar vendas.

 

Os três elementos de um bom anúncio

Transmita paixão, empolgação. No caso daquele anúncio, havia um grande interesse por parte das pessoas comuns de ter a oportunidade de explorar o Pólo Sul. Então é importante considerar o contexto para entender o que gera empolgação. Outro aspecto interessante: o que motiva um grupo de pessoas pode não motivar outros. Quem se animaria a trabalhar duro sabendo que vai ser mal remunerado, terá que enfrentar um “frio de rachar” e risco de morte? Bem, Sir Shakleton achou uma boa lista de candidatos – cinco mil.

As pessoas precisam saber sobre o que se trata e o que o anúncio propõe. O segredo é fazer com que o benefício seja visto como compensador frente ao preço a se pagar. A noção de preço e benefício pode ser muito variável. No caso do seu produto, pode ser dinheiro. O capitão Ernest, queria trabalhadores e oferecia em troca a possibilidade de status e riqueza.

É importante que as pessoas sejam convidadas a tomarem atitude e por isso a necessidade de um chamado para ação – ou call for action. Pode ser um chamado direto, do tipo “pague 2  e leve 3” ou “venha até o dia XX e ganhe desconto”. Mas também pode ser algo que seja mais subjetivo, essa alternativa tende a ter um apelo emocional maior e foi esse o caso do anúncio citado anteriormente.

Seria muita ousadia dar uma receita de bolo. Mas o fato é: se você quer que sua campanha atraia as pessoas, inclua esses três elementos: algo que desperte empolgação, informações verdadeiras e um chamado para ação.

 

Leonardo Camacho, Associate Customer Content Specialist PR Newswire

Fontes: Shackleton, Sir Ernest (1874-1922), Trans-Antartica Expedition 1914-1917, página um (conteúdo em inglês).

PR Newswire

 

Acompanhe as novidades pelo instagram

RUA FERNÃO DIAS PAES LEME, 94, JARDIM PAULISTA, SÃO JOSÉ DO RIO PRETO, SP | CONTATO@RIBEIROCOMUNICA | (17) 3223.2867